quinta-feira, 28 de outubro de 2021

L'Immortelle (1963), de Alain Robbe-Grillet

N viaja para Istambul para assumir um trabalho de professor. Tomando um mês de descanso para se familiarizar com o país e acaba se perdendo.

Ele encontra L e pede para que o ajude. Ele se apaixona por ela e fica obcecado pela misteriosa conexão dela com M, um homem estiloso de óculos de sol, acompanhado por cães dobermann por todos os lugares. L desaparece e N começa uma busca desesperada por ela. Ele a encontra, mas a perde de novo. É possível que o nome de N seja André; é menos certo se o nome real de L é Lucille ou Lane. Se isso não for confuso o suficiente, tem uma enredo sobre escravidão em Istambul. Ou talvez não.

Foi o primeiro filme de Alain Robbe-Grillet, o roteirista do filme de Alain Resnais, Last Year in Marienbad. Mais uma vez, ele subverte as narrativas convencionais de um filme, interrompendo o fluxo da narrativa com descrições repetitivas de objetos e terminando com uma nota de ambiguidade. Isso pode ser visto no outro filme dele publicado no blog, Trans-Europ-Express.

Legendas em Português e Inglês.

Elenco: Françoise Brion (na imagem acima)  como L. Jacques Doniol-Valcroze como N, Guido Celano como M e Catherine Robbe-Grillet (esposa de Alain na época)
como Catherine.

Veja o filme neste link: 

Nenhum comentário:

Postar um comentário