segunda-feira, 11 de outubro de 2021

The Best Man (Vassalos da Ambição), de Franklin J. Schaffner (1964)

O intelectual William Russell e o prático Joe Cantwell são os pré-candidatos concorrentes para a indicação do partido, que serão os possíveis presidentes. Cantwell está preparado para usar de tudo para conseguir seu objetivo, enquanto que Russel vê a si mesmo como um homem de princípios. Ambos precisam muito do apoio do combalido presidente e a partir do momento em que a disputa fica mais acirrada, as equipes de cada um têm que decidir até que ponto de truques sujos eles podem chegar a usar.

"The Best Man" foi uma peça da Broadway que teve 520 apresentações de 1960 a 1961. Gore Vidal ajudou na transição da sua peça para a tela do cinema. A peça de Gore Vida foi indicada a 6 Tonys.

Os papeis de Henry Fonda e Clift Robertson na Broadway foram feitos por Melvyn Douglas e Frank Lovejoy. Lee Tracy, que faz o papel do presidente Hockstader,  foi o único que continuou seu papel da Broadway para filme, ganhou um Tony e foi indicado ao Oscar, mas perdeu para Peter Ustinov por Topkapi. O papel de Tracy é de um que lê muito bem os personagens de Fonda e Robertson, mas não pode influenciar nenhum dos dois.

O ex-presidente Ronald Reagan, que atuava em filmes B em Hollywood na época, foi rejeitado para um papel no filme, porque os estúdios da United Artists não achavam que ele tinha um 'rosto presidencial".

Gore Vidal admitiu que ele queria que o personagem de William Russell lembrasse Adlai Stevenson e que Joe Cantwell lembrasse Richard Nixon.  Na verdade, Stevenson e Nixon eram de partidos diferentes, um Democrata e Republicano, respectivamente.

A United Artists tinha selecionado Frank Capra para dirigir, que teria sido seu primeiro filme desde "Dama por um Dia" (1961). Gore Vidal, no entanto, não estava contente com a escolha de Capra e dizia que o idealismo e sentimentalismo característico dele, não iria combinar com o roteiro cínico do filme. Uma ideia que Capra propôs, por exemplo, foi a de adicionar uma cena na qual o personagem de Henry Fonda iria se vestir de Abraham Lincoln para uma aparição diante dos delegados da convenção do partido (como uma referencia para o papel de Fonda em 'Mocidade de Lincoln' de 1939). No final, Vidal conseguiu convencer a United Artists de trocar Capra por Franklin Schaffner. Embora Capra ainda vivesse mais 27 anos, falecendo em 1994 aos 94 anos, ele nunca mais dirigiu outro filme.

Gore Vidal faz uma ponta no filme, como um delegado na convenção do partido. Tente descobrir a cena.

Veja o link do filme:

https://youtu.be/DD0jj_TCo30




Nenhum comentário:

Postar um comentário