quinta-feira, 17 de setembro de 2020

A Sua Última Façanha (Lonely are the Brave), de David Miller (1962)

Filme dirigido por David Miller, baseado em romance de Edward Abbey, "Lonely are the Brave", é um western que acontece nos tempos modernos (mais especificamente nos anos 60), estrelando Kirk Douglas, Gena Rowlands, George Kennedy e Walter Matthau. Kirk é Jack Burns, um vaqueiro independente do Novo México, que é um simpático solitário. Ele acaba indo para a prisão por ajudar seu velho amigo, Paul (feito por Michael Kane), que deve ir para a penitenciária por alguns anos. Paul não quer fugir, porque isso iria adicionar mais anos para sua pena, se for pego. Assim, Burns foge por conta própria e é perseguido pelo xerife Johnson (Walter Matthau) e outros (George Kennedy entre eles), com a ajuda até de helicóptero. Gena Rowlands vive a esposa de Paul.

A natureza da relação do personagem de Gena com Kirk é inicialmente um mistério, mas tudo é revelado antes do ato final. Se alguém é casado ou não, não quer dizer que ele ou ela não pode amar alguém que seja solteiro ou casado. 

Gena e Kirk na foto abaixo.


Esse western moderno mostra como a civilização, com suas leis intermináveis, espreme a independência e liberdade pessoal. Kirk fez algo parecido em "Homem sem Rumo", Man without a Star em 1955.

O filme é fotografo em belo preto e branco e foi filmado em Albuquerque, Novo México, EUA. O personagem de um braço conta a Burns no bar que ele perdeu o braço em Okinawa, durante a Segunda Guerra. Mas Bill Raisch (que faz o personagem) perdeu seu braço direito em um incêndio a bordo de um navio na Guerra. Raisch mais tarde fez o papel do verdadeiro assassino da série da TV "O Fugitivo" de 1963.

Depois que Kirk Douglas leu o livro "The Brave Cowboy" de Edward Abbey, ele comprou os direitos e deu o projeto ao seu amigo Dalton Trumbo, com que trabalhou em "Spartacus". Douglas disse que o roteiro de Trumbo era perfeito, o melhor que ele já tinha lido e não mudou uma vírgula.

O presidente John Kennedy assistiu o filme na Casa Branca em Novembro de 1962. Em suas memórias, "Conversas com Kennedy", o famoso redator responsável do The Washington Post, Ben Bradlee disse: "Jackie (esposa de John) leu uma lista de opções de filmes disponíveis a escolher e o presidente escolheu aquele que nós todos tínhamos unanimemente sido contra: um brutal  e sádico western, chamado "Lonely are the Brave".

Kirk Douglas reuniu o elenco e equipe de filmagem pela sua produtora, a Joel Productions. Ele também usou Edward Lewis, seu mesmo co-produtor de 'Spartacus'.

O romance de Edward Abbey, de 1956, "The Brave Cowboy", sobre o qual o filme baseado, era situado nos anos 40, na era do alistamento militar, e focava no amigo do herói, um libertário anti-alistamento, que vai para a cadeia por desafiar a lei, que requeria que os homens se alistassem. No roteiro do filme, o 'crime de princípio' do personagem foi mudado  para ajudar imigrantes ilegais.

Há uma ponta do ator Bill Bixby (um dos que estão no helicóptero). Mais tarde faria sucesso como o personagem Hulk em série de TV.

Uma das primeiras trilhas sonoras de Jerry Goldsmith. Ele chegou a gravar a música para duas cenas da égua de Burns, mas acabou sendo deletada do filme final.

O cavalo, ou melhor a égua usada por Kirk Douglas é chamada de Whiskey, que é o nome do cavalo de Cactus Jack no filme estrelado por ele em 1979, "Cactus Jack, o Vilão".

Segundo o próprio Douglas em entrevista, este era seu filme favorito.

Veja link para o filme:

https://1drv.ms/v/s!AsG-jsm3UF0aeFBhjbnXcmQEk-s?e=t6KE6s







Nenhum comentário:

Postar um comentário