quarta-feira, 9 de setembro de 2020

Um Convidado Bem Trapalhão (The Party), de Blake Edwards (1968)

Esta comédia é clássica e sempre queremos revê-la depois de mais de 50 anos, desde sua estreia. Dizem que é o melhor filme da parceria Blake Edwards/Peter Sellers, até superior à série de filmes da Pantera Cor de Rosa. Prefiro achar que são incomparáveis.

Mas a estória deste filme é muito simples. Por um engano da secretária de um produtos, um ator indiano (Sellers), que recentemente tinha explodido sem querer um cenário de filme, é convidado para uma festa em bairro chique de Hollywood. Fim de estória.


Sr. Hrundi V. Bakshi (o nome do personagem de Peter Sellers) é a pessoa mais gentil e desajeitada que você poderia conhecer. O filme é apenas isso, descrevendo o indiano andar para lá e para cá na festa sem conhecer ninguém, mas ele não liga para isso e tenta fazer amizades.

Podemos ver que Peter Sellers, um ator fantástico, era também um mímico. Ele podia fazer qualquer coisa com as expresões do seu rosto e do seu corpo. Para fazer esse tipo de filme, você tem que ter um diretor paciente e muito inteligente, que conheça todos os truques e deixa os atores desempenhar com total liberdade. Blake Edwards já havia trabalhado com Peter em dois filmes da Pantera e conhecia o jeito de Peter atuar. Trabalhar com Peter Sellers (uma vez  o diretor disse) não era fácil. Ele tinha uma personalidade muito difícil, ora ele era o cara mais engraçado do mundo, ora a pessoa mais insuportável. Mas ele era um gênio.

Roteiro e direção de Blake Edwards.
Cinematografia de Lucien Ballard, conhecido pela sua parceria em filmes de Sam Peckinpah
Trilha sonora do mestre Henry Mancini

Com: Peter Sellers, Claudine Longet, Marge Champion e Steve Franken (o criado bêbado) e Gavin MacLeod (como o diretor assediador Divot), que depois faria sucesso como o Murray, de "Mary Tyler Moore Show".




Curiosidades (by IMDb)

O carro de Bakshi é um modelo Morgan Sports, construído entre 1932 e 1939. Ele tem a direção do lado direito, como todos os carros ingleses.

Na cena do quarto dos filhos, pode ser visto um boneco da Pantera Cor de Rosa em cima de um móvel. Blake Edwards e Peter Sellers já haviam feito dois filmes da série e ainda fariam mais quatro filmes juntos.

A sequência na qual o personagem de Peter Sellers leva vários tiros, mas ainda continua a tocar a corneta para reunir as tropas foi uma sátira de "Gunga Din", de Rudyard Kipling, que foi filmado em 1939.

A cena em que Hrundi sem querer estoura o acampamento foi possivelmente inspirado por uma ocorrência real anos antes (1966), quando estava sendo filmado uma cena famosa de "Três Homens em Conflito". Devido a um mal entendido, uma ponte enorme foi explodida enquanto as câmeras não estavam prontas, que enfureceu o diretor Sergio Leone e tiveram que reconstruí-la.

Filme estreou no mesmo dia em que Martin Luther King foi assassinado.


Isso não está no IMDb, mas na cena em que aparece o filhote de elefante todo pintado, dá para ver na parte fronta da cabeça a frase "The Earth is Flat". Já naquele tempo, havia a concepção conspiratória de que a Terra era plana. ~

Veja o filme legendado (em alta resolução) no link abaixo:
https://1drv.ms/v/s!AsG-jsm3UF0acaFRPx0YUdoOkto?e=s32gOL


Nenhum comentário:

Postar um comentário