quarta-feira, 21 de julho de 2021

Stop at Willoughby (TheTwilight Zone), Episódio 30 da Temporada 1.

Este é um dos meus episódios preferidos. E também do criador da série, Rod Serling. Era para ter sido usado como episódio inicial da série, o episódio piloto, mas acabou sendo rejeitado. Ele foi reescrito e tornou-se o episódio 30 da Temporada 1. Episódio original escrito ou reescrito por Rod Serling.

Mostra um executivo da área de propaganda, Gart Williams, vivido pelo ator James Daly, no ano de 1960.

Williams está tendo um dia daqueles, quando seu jovem funcionário foi embora para trabalhar em outra agência e levou consigo uma conta de 3 milhões de dólares.

Williams volta para casa todos os dias de trem e adormece. Acorda em um outro lugar e em uma outra época. Agora é julho de 1888 e ele está na cidade de Willoughby, uma pacata cidade onde a vida é muito tranquila. 

Depois, ele acorda no trem, de volta à sua época, mas as pressões do seu chefe implicante no trabalho e de sua esposa o cobrando muito na sua vida familiar continuam subindo a níveis insuportáveis. 

Ele pensa que se, da próxima vez, ele acordar de novo nessa cidade, ele vai desembarcar, na parada em Willoughby, um lugar em que ele gostaria de passar o resto da sua vida.

Curiosidades - Nos dias de hoje, a cidade de Willoughby no estado de Ohio, tem um evento da comunidade, que envolve trens em honra desse episódio, evento que se chama “Última Parada em Willoughby”, que é a frase que o condutor do trem no episódio fala e desperta o personagem.

A parte externa da estação de trem e a praça da cidade usadas no episódio foram os mesmos usados para a abertura e encerramento do filme clássico de John Ford, “O Homem que Matou o Facínora”, dois anos depois, em 1962.

Veja episódio em alta resolução aqui nesse link: 

https://1drv.ms/v/s!AsG-jsm3UF0ajH_igtLK8_zcOY_8?e=gj7ckt


Nenhum comentário:

Postar um comentário