sábado, 17 de julho de 2021

Don Camillo (O Pequeno Mundo de Don Camilo), de Julian Duvivier (1952)

Este é o primeiro da série de 4 filmes de Fernandel para o personagem Don Camillo.

Em 1948, o jornalista e novelista Giovanni Guareschi escreveu “Mondo piccolo: Don Camillo” ou o “Pequeno Mundo de Don Camilo” no título em português.

Giovanni criou dois persanagens principais: Don Camillo, o padre de Brescello e Giuseppe “Peppone” Botazzi, o prefeito comunista de Brescello (cidade ao norte da Itália, perto de Bolonha). 

Em 1952, produtores italianos e franceses pediram ao diretor francês, Julien Duvivier, para dirigir a adaptação do filme, com Fernandel e Gino Cervi como os atores principais. Duvivier é um diretor conhecido pelos filmes "Sous le ciel de Paris", "Marie-Octobre" e "The Devil and the Ten commandments". Fernandel e Gino Cervi são atores conhecidos em seus respectivos países, França e Itália, respectivamente.

“Don Camillo” é a estória da rivalidade entre Don Camillo e Peppone. Os dois lutaram juntos na resistência italiana na Segunda Guerra e agora um é padre da cidade e o outro é o prefeito dela.

Agora estamos no meio da guerra fria. Na Itália, há dois partidos políticos importantes, que dominam o vida política do país e, também, da cidade. Don Camillo critica Peppone e Peppone critica Don Camillo. Cada um fica pensando na próxima investida do outro, mas também eles se ajudam nos momentos difíceis das suas vidas. 

Participação especial e com bom humor de Orson Welles como o narrador do filme.

Gino Cervi foi originalmente escalado para ser Don Camillo. Quando não conseguiram encontrar outro ator para fazer Peppone, foi decidido que Fernandel seria Camillo e Cervi herdaria o papel de Peppone.

O filme foi um grande sucesso de bilheteria, tanto na Itália como na França.

Segue link para o filme: https://1drv.ms/v/s!AjMUR7SXEhT_yxNdbWOOV_gjSrdS?e=kzWTuC


Nenhum comentário:

Postar um comentário