domingo, 25 de julho de 2021

Days of Wine and Roses (Vício Maldito), de Blake Edwards (1962)

Esse drama conta sobre um assistente de vendas viciado em álcool (Jack Lemmon). Ele é, na verdade, um assistente que escolhe garotas para ‘festas’ de negócios. Ele acaba confundindo a secretária (Lee Remick) do seu chefe com uma das garotas. Depois de uma briguinha entre os dois, ele a convida para jantar e depois acaba se casando com ela. Eventualmente, ele vai levá-la também ao vício do álcool. Após o casamento, eles bebem para comemorar e depois começam a beber por beber. Inicialmente bebendo socialmente e mais tarde degenerando para o alcoolismo. Eles não acreditam que estejam viciados, até que atingem o fundo do poço.

O filme foi baseado na série de TV, Playhouse 90 de 1958, com Clift Robertson e Piper Laurie fazendo o par e dirigido por John Frankenheimer. 

Há algumas cenas memoráveis, uma delas sendo Jack Lemmon sendo amarrado numa sala de hospital e depois ele tentando encontrar uma garrafa de bebida escondida em uma estufa.

Esse filme e “Lost Weekend”, de 1945, com Ray Milland e Jane Wyman, do diretor Billy Wilder são os melhores já feitos para esse espinhoso tema do alcoolismo.

Jack Lemmon em um papel totalmente diferente do seu anterior “The Apartment”. 

O co-fundador dos Alcóolicos Anônimos, Bill Wilson, foi consultor técnico para o filme.

Tanto Jack Lemmon como Lee Remick procuraram ajuda do AA tempos depois que concluíram as filmagens. Jack revelou em 1994 em entrevista de que ele havia sido um alcoólatra.

Pelo fato de que o filme mexia com um assunto sério, os executivos da Warner estavam preocupados com as perspectivas comerciais do filme que fizeram uma sessão prévia. Para desespero deles, cerca de 40 casais saíram no meio da sessão, que era um recorde para o estúdio. Depois, eles descobriram que o anúncio da sessão deixou de mencionar que era um drama e não uma esperada comédia de Jack Lemmon.

O diretor Blake Edwards disse que hipnotizou Lee Remick para ajudá-la a fazer a cena de bêbada no motel.

Elenco: Jack Lemmon como Joe Clary, Lee Remick como Kirsten Arnesen, Charles Bickford repetindo o papel feito na TV como Ellis Arnesen, Jack Klugman como Jim Hungersford e Jack Albertson como Trayner.

Trilha sonora do mestre Henry Mancini, que depois faria parceria com Blake Edwards na trilha da série de filmes Pantera Cor de Rosa.

Segue abaixo link para o filme.

2 comentários:

  1. Oi, blz? Pode achar o filme Muito Riso e Muita Alegria com Audrey Hepburn? Abraço

    ResponderExcluir
  2. Olá. Vou tentar encontrar. Visite também meu canal no YouTube: Revista CineTV+

    ResponderExcluir