sábado, 20 de fevereiro de 2021

Luxúria (Quartet), de James Ivory (1981)

Luxúria (Quartet) acontece na Paris de 1924.

Marya Zelli (Isabelle Adjani) e seu marido Stephan (Anthony Higgins) estão em Paris e parecem muito apaixonados. Uma noite, Marya and Stephan estão em um clube e Marya é chamada para a mesa dos Heidlers, Lois e E.J. (Maggie Smith e Alan Bates). Lois é uma pintora e quer que a bela Marya pose para ela.

Stephan vende arte roubada e é preso, pegando uma sentença de 1 ano. Marya não tem visto de trabalho. Os Heidlers a convidam para viver em um quarto vago da casa deles.

Acontece que o casamento entre os Heidlers não é o que parece ao mundo exterior. A realidade é que Lois, de certa forma, procura mulheres jovens para seu marido, para que ele fique por perto e não deixe a esposa. Lois continua a visitar Stephan na prisão. Mas logo que for libertado, ele terá que deixar Paris. E ele está quebrado. Lois não sabe o que decidir. Ela não quer estar atraída por E.J, mas é isso ou viver na rua.

As atuações são muito boas, particularmente de Maggie Smith, como uma mulher desesperada para manter seu marido a todo custo. Alan Bates se transforma em um homem barrigudo e caseiro e faz um excelente trabalho como um sátiro aborrecido.

O estado emocional e psicológico da jovem mulher (Adjani) é colocado em quase insustentável ambivalência... Amor pelo seu marido, a quem ela visita semanalmente na prisão e a necessidade de sobrevivência. 

O filme tem um belo visual e requinte, característicos dos filmes do diretor James Ivory.

O diretor inicialmente resistiu ter que escalar Maggie Smith (agora ela é Dame Maggie Smith), porque ele não a achava adequada para o papel, apesar do seu talento. Ela foi escalada pelo produtor Ismail Merchant contra as objeções de Ivory. Mais tarde, Ivory reconheceu que a experiência de dirigir Maggie foi uma das coisas mais maravilhosas que aconteceram a ele.

O roteiro do filme foi uma adaptação do romance da escritora Jean Rhys, que baseou em sua própria experiência com o escritor Ford Madox Ford e a esposa dele.

O livro de Jean Rhys tinha o título original de “Postures”, quando foi publicado em Londres em 1928. Quando os editores Simon & Schuster publicaram nos EUA, o nome foi mudado para “Quartet”.

Link do filme abaixo:

https://1drv.ms/v/s!AsG-jsm3UF0agTEAnq2BvTIyCNLF?e=VSjcjx


2 comentários:

  1. Bom que você conseguiu recuperar o filme. Não tem legendas em português?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá. Não consegui encontrar uma que estivesse sincronizada. Eu até achei uma, mas estava bem bagunçada. Eu sempre procuro colocar a legenda em Português como padrão, mas quando não encontro ou encontro uma ruim, eu coloco a legenda em Inglês. Se vc achar uma boa legenda em PT-BR, me passe que tento ver se está sincronizada ao filme e troco o link acima.

      Excluir