segunda-feira, 14 de junho de 2021

Salvador Allende, de Patricio Guzmán (2004) - Documentário

11 de Setembro será para sempre lembrado pelos ataques ao World Trade Center nos EUA. Mas também é lembrado pela morte de Salvador Allende, o presidente do Chile, eleito democraticamente, cujo governo foi derrubado por um golpe de estado, apoiado pelo governo americano em 1973. O diretor deste vídeo, Patricio Guzmán, passou sua carreira inteira de cineasta fazendo documentários explorando esse trágico acontecimento da história do seu país e neste chega finalmente a Allende, um herói para esquerda política do Chile. O golpe resultou na sua morte e os 18 anos de ditadura de Pinochet que se seguiram.

Este filme é um retrato profundamente pessoal e que faz mais sentido no contexto dos outros filmes de Guzmán. Para quem não tem muito conhecimento sobre o Chile, pode ser um pouco confuso, pois se assume alguma familiaridade com a história da política chilena. (o filme “Casa dos Espíritos”, de Bille August, 1993, pode ajudar). Não confundir a escritora do livro que deu origem a esse filme, Isabel Allende, com a filha de Salvador. Isabel Allende foi filha de Tomás Allende, primo-irmão de Salvador. Salvador Allende teve também uma filha com o nome de Isabel, Maria Isabel Allende.

O fato de que nenhuma biografia oficial de Allende tenha sido publicada no Chile é algo surpreendente. É como se os chilenos quisessem não apenas esquecer o pesadelo da ditadura de Pinochet, mas também o sonho de utopia ou uma realidade talvez possível, que Allende havia oferecido em sua campanha.

Há paralelos entre Allende e o governo de Hugo Chavez, incluindo a tática da oposição de fazer greves e protestos por causa da economia do país. Não foi à toa que Chavez suspeitou, na época, do envolvimento dos norte-americanos no golpe, que quase derrubou o seu governo em 2002. Nessa tentativa, enquanto Chavez e seus ministros ficaram acuados no palácio presidencial, o exército ameaçava bombardear o prédio, uma ameaça que foi realizada pelos militares chilenos em 1973. 

Allende foi o primeiro socialista marxista a ser eleito democraticamente como presidente de república e chefe de estado na América. Seus pilares ideológicos foram o socialismo, o marxismo e a social-democracia. Allende acreditava na via eleitoral da democracia representativa e considerava ser possível instaurar o socialismo dentro do sistema político então vigente em seu país. Veja mais sobre Salvador Allende. aqui: https://pt.wikipedia.org/wiki/Salvador_Allende

Link para este documentário de 1 hora e quarenta minutos e legendado está abaixo:

https://1drv.ms/v/s!AjMUR7SXEhT_ywFzGXVLeVmm9Pyo?e=iVnc96


Nenhum comentário:

Postar um comentário