quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Michele Yeoh será uma Capitã da Frota Estelar em Star Trek: Discovery

Contudo, antes de começar a mapear quem vai ficar na ponte da espaçonave Discovery, fontes próximas à produção dizem que Yeoh, na verdade, será a líder de uma outra nave. 

Ela deve ser escalada para ser o personagem Han Bo e sua nave a Shenzhou. Ela deve desempenhar um papel relevante na primeira temporada de Discovery.

A CBS TV, produtora e dona da série, não confirmou ainda a escalação de Yeoh.

Yeoh é a primeira personagem revelada para a série, que marca o retorno de Star Trek ou Jornada nas Estrelas para a TV, desde que a série Star Trek: Entreprise terminou em 2005.

Com Michelle Yeoh, uma maiores atrizes asiáticas das últimas três décadas,  é sinalizado o apelo global que os produtores querem colocar na série, que será distribuída em 188 países pelo Netflix (Viva! O Brasil deve estar nesta lista).

Mais detalhes sobre a nova série ainda são desconhecidos, mas sabe-se que vai acontecer 10 anos antes dos acontecimentos da série clássica, e que o personagem principal será uma mulher, jovem, provavelmente não branca, servindo como tenente-comandante a bordo da nave da Federação, a Discovery, conhecida como "Número Um" pelos os demais tripulantes da nave.

Isso levanta a possibilidade de que o personagem é segundo em comando da nave, pois "Número Um" é a designação dada para o personagem de Majel Barrett nao piloto da série clássica e do personagem de William Riker em Star Trek: A Nova Geração.

Esta será a primeira série de Star Trek em que o personagem principal não será o capitão da nave, embora nem todos os personagens foram capitães. Benjamin Sisko em Star Trek: Deep Space Nine, começou como comandante, antes de ser promovido para capitão na temporada 3.

O co-criador e produtor da série, Bryan Fuller, sempre falava que a nova série teria um compromisso com a diversidade e que haveria pelo menos um personagem gay e novas raças alienígenas.

Fuller, junto com Alex Kurtzman, eram os co-criadores da série, até que Fuller, no mês passado, saiu do projeto (muito provavelmente por divergências de conceitos da série), passando sua posição no comando para Gretchen J. Berg e Aaron Harberts.

Com esse percalço, a estreia da série  foi transferida de Janeiro para Maio de 2017.

Fonte: Deadline

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.