segunda-feira, 1 de maio de 2017

Um Guia para Entender "The American Gods", nova série da STARZ


"American Gods", nova adaptação para a TV do famoso livro de Neil Gaiman, não será uma jornada fácil para os espectadores - mas vai valer o esforço e o tempo. O livro de 2001 teve aclamação mundial.  Só que ele precisa de um pouco de pesquisa para entender completamente todo o seu simbolismo, metáforas e lista de personagens antigos, sobre os quais o livro foi projetado.

"American Gods" poderá ser chamada aqui também com o título "Deuses Americanos". Vamos ver qual vinga.

Podemos rotular "American Gods" como uma fantasia, um faroeste, um estória decorrida durante a passagem por uma estrada, um comentário social e mitologia - tanto moderna como primitiva. O enredo focaliza um ex-detento, chamado Shadow Moon, que acaba sendo empregado pelo misterioso Mr. Wednesday (ou Sr. Quarta-Feira).
Explicando: no momento em que se conhecem, dentro de um avião a decolar, Shadow se apresenta e o homem misterioso pergunta qual dia em que estavam. E ele responde Quarta-Feira. Então, esse será meu nome).

Assim começa a narrativa da viagem, em que os dois personagens estão viajando em um carro (do homem misterioso, após Wednesday dispensar o carro alugado de Shadow), através de um rodovia do interior dos Estados Unidos e encontrando novos e antigos deuses, lendas e espíritos que estão vivos hoje, levando suas vidas como pessoas comuns. Há uma guerra iminente, contudo, entre os deuses antigos trazidos para a América da África, Irlanda e Alemanha, e os novos deuses, como a mídia e a tecnologia.

A primeira temporada vai cobrir cerca de um terço do livro, com atualizações pontuais (especificamente em relação aos personagens da mídia e tecnologia), a serem escritos pelo próprio Gaiman. É uma série cheia de visões, flashbacks, magia, saltos no tempo e um elenco complexo de personagens como aparições simbólicas de séculos da cultura humana. É muito estilizada e cara. E pode se tornar uma das grandes experiências da TV neste ano. Neste post, o site Esquire.com, fornece uma guia para entender o elenco central.

OS VELHOS DEUSES

Shadow Moon
Shadow Moon. Interpretado pelo ator Ricky Whittle. Este será o personagem central da série: um ex-presidiário, que é libertado, faltando alguns dias para sua soltura oficial, devido ao anúncio da morte da sua esposa. Ele descobre que, a vida que ele pensava que estava esperando por ele, não existe mais.
Shadow não é um deus, mas ele acaba ficando do lado dos velhos deuses, após ser empregado pelo misterioso Mr. Wednesday, que o leva em uma viagem de estrada e enquanto ele vai ao enterro da sua esposa. Em uma estrada americana , repleta de deuses ou desprovida deles. Mas, mesmo que ele saiba tão pouco desse mundo, assim como nós, espectadores, não espere que ele faça todas as perguntas. Nós teremos que participar também.

Mr. Wednesday. Vivido por Ian McShane, é um espertalhão que recruta Shadow como 
Mr. Wednesday
guarda-costa. O Mr. Wednesday é na verdade Odin, o deus nórdico, cujo dia da semana é uma homenagem a ele, de acordo com os países do hemisfério norte. Odin é o deus do conhecimento e da realeza, frequentemente mostrado como um homem de barba e vagueando pelos lugares e que protege deuses decadentes. Ele trabalha como líder dos Velhos Deuses, a quem está tentando reunir para lutar contra a ameaça dos Novos Deuses.


Bilquis. Feita pela atriz Yetide Badaki, no primeiro episódio, ela faz uma das cenas mais chocantes, que envolve a apresentação de Bilquis, baseada na antiga Rainha de Sabá. A
Bilquis
lendária figura aparece na arte, literatura, poesia e folclore, desde a época bíblica. O papel dela, que é curto no livro, será expandido na série. A cena no quarto é inusitada.


Mad Sweeney
Mad Sweeney. Personagem feito pelo ator Pablo Schreiber, ele se apresenta como Leprechaun. Mad Sweeney é baseado no personagem do folclore irlandês chamado Buile Shuibhne, que fica enlouquecido por uma doença e vagueia pela estradas. Em "American Gods", Shadow se depara com ele em um bar, que é provocado por Sweeney para uma briga, provável lembrança que os americanos têm dos personagens irlandeses.

Mr. Nancy
Mr. Nancy. Vivido por Orlando Jones, é um personagem do folclore africano, Anansi, que toma a forma de uma aranha e é considerado o deus das estórias, que coleta e dispersa a sabedoria do mundo. Ele primeiro aparece em um grande cena em "American Gods" (não no 1º episódio), contando para um barco de escravos sobre os horrores que os negros vão encontrar na América.


OS NOVOS DEUSES

Mr. World
Mr. World. Interpretado por Crispin Glover, ele será o antagonista do Mr. Wednesday. Mr. World é um líder misterioso dos Novos Deuses. Sua identidade real é apenas revelada mais ao final do livro de Gaiman. Então, vamos aguardar que a própria série irá divulgar.

Technical Boy
Technical Boy . Quem faz o personagem é Bruce Langley. É um outro personagem atualizado por Gaiman para os tempos modernos. Technical Boy é descrito como um metidinho, que aparece para Shadow em um aparelho de realidade virtual. Ele é o deus, da, adivinhou, tecnologia, que é poderoso devido ao crescimento de uso de computadores, informática e Internet e ameaça deletar Shadow, depois que este não sabe revelar o que Mr. Wednesday possa estar armando.

Media ou Mídia na tela como Lucille Ball
Media, ou Mídia, será vivida por Gillian Anderson. Será surreal ver essa personagem mostrada na tela da TV (especialmente por Gillian Anderson ter sido a atriz da série "Arquivo X"), pois Media aparece como Lucille Ball (a lendária atriz da série "I Love Lucy!" e dona do estúdio Desilu, onde foi filmada a série "Jornada nas Estrelas") e ela é descrita de modos muito diferentes na estória.
Ela ainda não aparece no 1º episódio, assim como Mr. World e Mr. Nancy.

Antes de finalizar esse post, é digno de nota o prólogo de "American Gods". São os vikings em busca de uma nova terra e acabam descobrindo a costa leste dos Estados Unidos. Ao desembarcarem do navio, são rechaçados pelos indígenas a flechas. Decidem voltar, mas não há vento para as velas do navio. 
Mais do que isso é spoiler.

O 1º episódio pode ser visto, dublado e legendado, no site: seuseriado.com/american-gods/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.