sexta-feira, 31 de julho de 2020

Os Emigrantes (The Imigrants) , de Jan Troell - (1971)

Título original em sueco: Utvandrarna
Dirigido por Jan Troell
Com Liv Ulmann e Max von Sidow.


No metade do século 19, Kristina e Karl-Oskar vivem em uma pequena vila rural em Smaaland (sul da Suécia). Estão casados e tentam levar a vida com uma pequena porção de terra. Contudo, com esse tamanho pequeno, o solo sendo infértil e com más colheitas deixam a vida mais difícil. Uma das crianças acaba morrendo de fome. Com isso, eles decidem emigrar para os EUA. Eles conhecem um grupo de fazendeiros com suas famílias planejando a emigração sob a liderança de um padre banido. Eles vendem tudo e embarcam para lá. A viagem é longa e tediosa. Alguns dos emigrantes não conseguem chegar ao Novo Mundo.

O filme teve uma continuação que foi publicado no nosso canal do YouTube sob o nome de "O Preço do Triunfo". Para encontrar este filme, pesquise no YouTube o canal: Seleções RevistaCineTV.

Foi o primeiro filme que vi do ator Max von Sydow. Desde então, passei a ser um grande fã dele.E Liv Ullmann particularmente pelos filmes que fez com Ingmar Bergman.


Filme indicado a 5 Prêmios da Academia (Oscar) em 1973. Entre eles, o de Melhor Atriz, Melhor Filme e Melhor Diretor.

Stanley Kubrick era um grande admirador deste filme e tentou telefonar para o diretor Jan Troell para conversar sobre o filme. Troell achou que era mais uma pegadinha e desligou o telefone, que geralmente acontecia quando diretor americano fazia com os outros ao telefone. Kubrik adorou o figurino e contratou Ulla-Britt Soderlund (a figurista deste filme) para trabalhar com Milena Canonero sobre os figurinos do século 18 para o filme 'Barry Lyndon' (1975).

Link abaixo para baixar o filme legendado:

https://drive.google.com/file/d/1YsyjVOtz2dHgJRS8CfQYhuEF98ZAirM4/view?usp=sharing


sábado, 11 de julho de 2020

Tobruk (1967) com Rock Hudson

Setembro 1942 - com o Afrika Korps de Rommel em marcha pelo Egito, um unidade especial britânica, composta de judeus alemães, a despeito do ressentimento destes com os britânicos, sequestram um oficial canadense, que é um topógrafo especialista e que é prisioneiro da França Colaboracionista de Vichy na Argélia. O oficial, Donald Craig (Rock Hudson), tem que acompanhar um grupo de britânicos e judeus alemães por 800 milhas no Saara, para ajudar um desembarque anfíbio contra a base de armazenamento de combustível em Tobruk. 

Filme dirigido por Arthur Hiller, um pouco fora dos seus filmes mais comuns. Filme de guerra não é muito sua praia e ele já fez ótimos em dramas e comédias urbanas.

Rock Hudson e George Peppard
Estrelado por Rock Hudson, George Peppard e Guy Stockwell.  George Peppard fez alguns filmes menores depois disso e acabou indo trabalhar em séries de TV, como Banacek e Esquadrão Classe A.
Stockwell, depois de seu brilhante desempenho como companheiro de Charlton Heston em "O Senhor da Guerra", não teve mais sucessos no cinema e que merecessem seu talento.

Filme indicado ao Oscar de Melhores Efeitos Especiais em 1968.

Houve, na verdade, um ataque a Tobruk em Setembro de 1942, incluindo a equipe de judeus alemães e falsos prisioneiros de guerra britânicos. Mas diferentemente do resultado do filme, a  operação real, denominada "Operation Agreement" foi um completo fracasso.

Partes do filme foram editadas para o filme de 1971 com Richard Burton, "Os Comandos Atacam Rommel".

Foi o último filme de Rock Hudson para a Universal antes de ser liberado de contrato no verão de 1966.

George Peppard substituiu Laurence Harvey.

Link do filme legendado abaixo, em ótima resolução:

https://mega.nz/file/I45wnCqI#fTmiPjRuK_nLL6rwL5nnNaiDMVGLZmNTrmageuYBtEY






terça-feira, 7 de julho de 2020

Um Rosto na Multidão ( A Face in the Crowd) , de Elia Kazan (1957)

Filme do mestre Elia Kazan, que  não consegui publicar no
meu canal do YouTube. Um filme menos conhecido do diretor e com estória e roteiro de Budd Schulberg. A nota para o filme no IMDb é 8.2. São poucos os filmes que têm esta nota tão boa.

Com Andy Griffith como Lonesome Rhodes
Patricia Neal como Marcia Jeffries
Lee Remick como Betty Lou
Walter Matthau como Mel Miller
Anthony Franciosa como Joey DePalma
Burl Ives como ele mesmo

Andy e Kazan à direita
Elia Kazan sempre será lembrado como um dos mais importantes diretores de sua época. É um dos meus favoritos. Dificilmente se encontra um filme ruim dele. Com grandes filmes, como “Um Bonde Chamado Desejo” e “Sindicato de Ladrões”, ele estabeleceu sua posição para sempre na história do cinema. ‘Um Rosto na Multidão” é um dos seus trabalhos menos conhecidos e que fracassou nas bilheterias, quando foi lançado e foi completamente ignorado pela Academia. 

O filme abre com uma mulher, de nome Marcia Jeffries, que visita uma prisão em sua pequena cidade do estado de Arkansas. Ela está fazendo um programa de rádio, chamado “Um Rosto na Multidão”, durante o qual ela fala com pessoas comuns, transmitindo suas estórias. Na prisão, ela encontra um homem, que se intitula “Lonesome” Rhodes (ou o Solitário Rhodes) - um zé ninguém preso por bebedeira e mau comportamento. Ela o filma para o seu programa e o episódio faz grande sucesso. Marcia e seu tio, que é dono da estação de rádio local, em que passa o programa, oferece a Lonesome um emprego na rádio. Ele aceita e logo se torna uma sensação com a população local e depois no país todo.

“Um Rosto na Multidão” é o que pode ser chamado de filme além do seu tempo, e pode ser esta a razão pela qual não tenha sido bem avaliado, quando do seu lançamento. Ele lida com assuntos como a mídia, celebridades, propaganda e política. Nos dia de hoje, com a Internet e mídia atual, o filme parece mais atual do que nunca. 

Basicamente o filme é a estória de um homem corrupto que tem o dom das relações públicas e usa esse dom como meio para um fim - o fim sendo seu próprio benefício. 


Patricia Neal, Elia Kazan e Tony Franciosa
Este filme marcou o retorno da atriz Patricia Neal às telas, depois de uma ausência de quatro anos de Hollywood. Uma ausência que foi ocasionada pelo caso bastante publicado na época, em que ela teve um caso com Gary Cooper (e que era casado na época) e após um subsequente colapso mental.

O filme foi o primeiro nas carreiras de Lee Remick e Tony Franciosa.

Elia Kazan e Budd Schulberg passaram meses pesquisando o mundo da propaganda, e até tendo acesso a reuniões de agência, para poderem entender a maneira como Madison Avenue (a avenida das agências de propaganda em Nova York) aborda e forma o pensamento do público americano.

O elenco inclui três ganhadores do Oscar: Patricia Neal, Burl Ives e Walter Matthau; e quatro indicados: Anthony Franciosa, Lee Remick, Kay Medford e Rip Torn.

Em 2008, ‘Um Rosto na Multidão’ foi incorporado ao Registro de Filmes dos Estados Unidos pela Biblioteca do Congresso.

O filme pode ser visto neste link abaixo: