segunda-feira, 24 de setembro de 2018

Mel Gibson deve dirigir nova versão do clássico western "Meu Ódio Será Sua Herança"

De acordo com o site Deadline, Mel Gibson deve dirigir "Meu Ódio Será Sua Herança", uma nova versão do clássico do mesmo nome de 1969, dirigido po Sam Peckinpah, um dos maiores westerns de todos tempos. Peckinpah era um besta e um bestial. Um maluco, mas também um gênio.

No filme original, um grupo de foras da lei, já envelhecidos, procuram por um último e final grande golpe para poderem se aposentar, vendo que o tradicional oeste americano já estava desaparecendo ao redor deles e a área industrial está começando a dominar.

Eles são perseguidos por um grupo de homens, liderados por um antigo parceiro e que eles enganaram, feito por Robert Ryan. Peckinpah escreveu o roteiro com Walon Green. Nesse clássico de 1969, havia elenco de veteranos, como William Holden, Ernest Borgnine, Robert Ryan, Edmond O'Brien, Warren Oates e Ben Johnson. Warren fazia parte da trupe de Peckinpah, assim como Ben Johnson na trupe de John Ford.

Na época, o filme foi considerado muito violento, mas depois acabou sendo considerado um obra-prima estilística. A Warner tentou várias vezes fazer um 'remake', mas agora parece estar em boas mãos com Gibson. Ele ganhou Oscar de Melhor Filme por "Braveheart" (Coração Valente) e seu "Até o Último Homem" foi indicado como Melhor Filme. Gibson é considerado uma dos melhores diretores de filme de ação atualmente.

Gibson ainda está na pré-produção de "Destroyer", um drama de ação sobre a 2ª Guerra, que ele vai dirigir e que será estrelado por Mark Wahlberg, baseado em livro de John Vukovitz. O filme está em fase final de financiamento, mas Gibson já está vendo locais para externas na Austrália, onde a filmagem começará no começo de 2019.

Quem quiser saber mais sobre "Meu Ódio Será Sua Herança", veja a página excelente do site de Paulo Telles:

http://articlesfilmesantigosclub.blogspot.com/2017/11/meu-odio-sera-sua-heranca-1969-obra-de.html


Abaixo um trailer do filme original de Peckinpah.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.