segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

Esnobadas e Surpresas nas Indicações ao Globo de Ouro

De modo geral, fora as esnobadas e algumas surpresas, as indicações foram mais ou menos as esperadas.

La La Land: Cantando Estações teve 7 indicações, seguido de perto por Moonlight (seis) e Manchester à Beira Mar (cinco).
No lado da TV, O Povo versus O.J. Simpson continua sua marcha de triunfo com 5 indicações e The Night Manager (quatro).

Abaixo as 25 esnobadas e surpresas de acordo com a revista Variety:

Esnobada: Tom Hanks, “Sully: O Herói do Rio Hudson"
Pelo sua interpretação como o "Milagre do Hudson", o piloto Sully Sullenberger no drama de Clint Eastwood, Tom Hanks tem cadeira cativa nas indicações ao Oscar. Mas o Globo de Ouro, que já o indicou oito vezes, tirou ele da lista de Melhor Ator na categoria drama. Opinião do blogueiro: a interpretação de Tom para Sully é muito boa, mas o personagem não exige muito de Tom Hanks. Talvez tenha sido o modo como Clint dirigiu, que segundo Tom, trata os atores como cavalos (acho que no sentido figurado). Mas não acredito que a interpretação dele de Sully mereça uma indicação ao Globo de Ouro e nem ao Oscar.

Esnobada: “Finding Dory” - (Procurando Dory)
O filme de maior sucesso comercial do ano, com $486 milhões de dólares em bilheteria, não foi incluído na categoria de melhor animação. Em vez delem, o Globo de Ouro reconheceu dois outros filmes da Disney (Moana e Zootopia), "Sing" (Quem Canta, os Males Espanta), "Kubo and the Two Strings" (Kubo e as Cordas Mágicas) e finalmente o filme franco-suíço, "My life as a Zucchini."

Esnobada: “Silence” (Silêncio)
O drama de Martin Scorsese sobre padres jesuítas, que foi liberado tarde este ano, não teve uma indicação ao Globo. Nada para seu ator principal, Andrew Garfield, para diretor, roteiro ou trilha. Isso pode complicar um pouco as previsões de bilheteria do filme, a não ser que compense no Oscar ou outra premiação.

Esnobada: Taraji P. Henson, “Hidden Figures” (Estrelas Além do Tempo)
A atriz Henson não foi indicada, apesar de seu forte papel como uma matemática e cientista da Nasa nos anos 60.Na verdade, Henson foi esnobada duas vezes. A segunda foi pela série de TV "Empire", por seu papel como Cookie Lyon.A sua série também não teve nenhuma outra indicação.

Esnobada: Denzel Washington pela direção de "Fences”
Embora ele tenha ganho indicação pelo seu desempenho como Melhor Ator, ele ficou de fora da corrida para Diretor, pela sua adaptação do drama de August Wilson, ganhador do Prêmio Pulitzer.

Esnobada: Jake Gyllenhaal, “Animais Noturnos”
O que Jake tem que fazer para ganhar o amor dos votantes. Sua grande performance no drama de Tom Ford, deveria estar entre as primeiras listas do Oscar, mas de alguma forma não está. Apenas Tom Ford como Melhor Diretor.

Esnobada: Michael Shannon, “Animais Noturnos”
Como um xerife, que rouba as cenas, Shannon foi considerado uma aposta certa como melhor ator coadjuvante. Em vez dele, o Globo indicou outro ator colega, Aaron Taylor-Johnson.

Esnobada: Warren Beatty, “Rules Don’t Apply”
Beatty tentou uma indicação ao Globo de Ouro, mas não deu certo para seu primeiro papel na tela, desde 2001. Sua colega Lily Collins foi indicada como Melhor Atriz em Musical ou Comédia.

Esnobada: Lucas Hedges, “Manchester by the Sea”
(Manchester à Beira Mar)
Embora este filme seja um dos grandes indicados, com cinco, o Globo não indicou seu ator estreante (que faz o sobrinho de Casey Affleck) para a corrida de melhor ator coadjuvante. Mas ainda há chance no Oscar.


Esnobada: “Gilmore Girls: A Year in the Life” (Gilmore Girls: Um Ano para Recordar)
Os fãs adoraram o reencontro, mas obviamente não são elegíveis como votantes no Globo de Ouro, que tirou as Gilmore de todas as categorias.

Esnobada: Viola Davis, “How to Get Away With Murder”
Falaram que ela ganharia por seu desempenho em “Fences,” que pode ter ofuscado seu trabalho na série de TV. Pela primeira vez desde sua estreia, Davis não foi nomeada pela série, que aumenta suas apostas a cada temporada.

Esnobada: “Mr. Robot” (Mr. Robot: Sociedade Hacker)
O ganhador de Melhor Drama no ano passado foi alijado da categoria. Leia a frase de novo: Como é isso para um cérebro derretido, Sam Esmail?

Esnobada: “Narcos”
Outro favorito ao Globo, que acabou passando e a segunda temporada da série da Netflix foi deficiente também.

Esnobadas: “House of Cards” e “Orange is the New Black”
As séries originais da Netflix tiveram que dar passagem para uma nova geração de sucessos como Stranger Things com Winona Ryder tendo uma indicação surpresa e com The Crown de arremate.

Surpresa: Mel Gibson está oficialmente de volta
“Hacksaw Ridge” (Até o Último Homem) conseguiu três indicações ao Globo, colocando o Papai Noel Gibson na corrida para Melhor Diretor, tirando do gride de largada, Denis Villeneuve (A Chegada), Scorsese (Silêncio) e outros.

Surpresa: Aaron Taylor-Johnson, “Animais Noturnos”
A única indicação de atores para o filme "Animais Noturnos" não foi para Amy Adams, Gyllenhaal ou Shannon, e sim para Taylor-Johnson. 

Surpresa: Simon Helberg, “Florence: Quem é essa Mulher?”
Ninguém poderia ter acreditado que o Globo de Ouro iria escolher Florence como o filme para ter mais indicações de atores, mais do que, por exemplo, "Moonlight" ou "Manchester à Beira Mar". Helberg, que faz um professor de voz em um desempenho que não estava na lista de nenhuma premiação até aqui, teve uma indicação, assim como Meryl Streep e Hugh Grant.

Surpresa: Viggo Mortensen, “Capitão Fantástico”
Mortensen recebeu ótimas críticas por esse filme independente, onde ele faz um pai de seis crianças que vive em local desolado. Mas o filme não estava sendo considerado um grande competidor do Globo de Ouro este ano.

Surpresa: “Mozart in the Jungle”
Depois de ter ganho no ano passado estranhamente, a organização ainda o coloca em uma das cinco mais preciosas indicações. E este ano é uma dos melhores anos de comédias, por que não havia espaço para “Catastrophe,” “Silicon Valley ” ou “Better Things.”??

Surpresa: Nick Nolte, “Graves”
Apenas o Globo de Ouro iria indicar Nick Nolte pela sua presença agora na TV como um ex-presidente com segundas ideias, em "Graves." Engraçado, pode ser. Mas um dos cinco melhores? Nada disso.

Surpresa: “The Americans” 
É uma boa surpresa esse brilhante drama de espionagem. Os atores Keri Russell e Matthew Rhys mereceram muito as indicações.

Surpresa Issa Rae, “Insecure”
Sim, a série da HBO "Insecure" tem recebido boas críticas, mas o fato que o Globo de Ouro escolheu seu desempenho para indicar a Melhor Atriz é uma boa surpresa. Sua voz é límpida, engraçada e ela merece ser vista.

Surpresa: Sarah Jessica Parker, “Divorce”
Sua volta à HBO em uma comédia de meia hora tinha sido muito antecipada, mas não é tudo isso.
Mas jamais menospreze seu caso de amor com os Globos de Ouro. Essa já é a nona indicação dela, provando que eles nunca vão se divorciar dela.


Fonte: Variety

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.