quarta-feira, 14 de junho de 2017

Peça "Indecent", ganhadora de dois Tonys, encerra apresentações na Broadway


A peça dramática "Indecent", de Paula Vogel, que ganhou dois Tonys na cerimônia de domingo passado, vai encerrar suas apresentações após a matinê de 25 de junho no Cort Theatre, em Nova York. Houve ao todo 79 apresentações. É a terceira peça a anunciar o encerramento após o Tony 2017, assim como as peças "Six Degrees of Separation" e "Sweat".

Criada por Paula Vogel e pela diretora Rebecca Taichman, "Indecent" focaliza um grupo de atores, o elenco de "God of Vengeance", de Sholem Asch, que arriscaram suas vidas e carreiras para fazer uma peça, que alguns a criticaram por ser uma blasfêmia, e situada na Europa pós Segunda Guerra Mundial e nos Estados Unidos. A peça estreou no Teatro Vineyard (sem fins lucrativos) no ano passado e foi transferida para a Broadway, após grande aclamação dos críticos.

A peça tem música composta por Lisa Gutkin e Aaron Halva, que se apresentam no palco junto com os demais do elenco. A produção é coreografada por David Dorfman. Cenografia de Riccardo Hernandez, figurino de Emily Rebholz, iluminação de Christopher Akerling, som de Matt Hubbs e desenho de projeção por Tal Yarden. Foi indicada também ao Tony por Melhor Peça, mas ganhou pela direção de Rebecca e pela iluminação de Akerling.

Paula Vogel ganhou o prêmio Pulitzer de 1998 (pela peça "How I Learned to Drive", ou como Aprendi a Dirigir) fez a sua estreia na Broadway com "Indecent".

"Estamos orgulhosos e honrados pela oportunidade de levar "Indecent" para a Broadway pelos talentos notáveis de Paula Vogel, Rebecca Taichman e o elenco de artistas e assistentes," disseram os produtores da peça, Daryl Roth, Elizabeth McCann e Cody Lassen, no anúncio do encerramento da temporada. "Indecent" tocou os corações do público que experimentaram a magia desta peça no Teatro Cort nos últimos três meses e esperamos que continue assim, quando for apresentado em teatros por todo o país, Canadá e no exterior. "Indecent" é uma peça típica para o teatro e estamos gratos pelos grandes momentos que tivemos com ela.

Durante o tempo em que a peça esteve fora da Broadway (o que eles chamam de off-Broadway), obteve o prêmio Obie para a diretora Rebeca Taichman e o prêmio Lortel pela Coreografia (David Dorfman).

Segue um pouco da história desta peça. Uma jornada de paixão de "God of Vengeance" até "Indecent".

1907
O autor Sholem Asch conta seu nova peça "Got fun Nekome" (God of Vengeance" ou "Deus da Vingança") para o fundador da moderna literatura iídiche, I. L. Peretz. Este fica incomodado por considerar que a peça representa mal a piedade ou a devoção religiosa judaica. Ele recomenda que Asch "a queime". "Got fun Nekome" estreia em São Petersburg e Moscou, onde é aclamada, e depois em Nova York, onde os jornais de esquerda defendem a sofisticação audaciosa da peça, enquanto que os jornais mais tradicionais a deploram por estimular estereótipos anti-semitas.

1914
Com a eclosão da 1ª Guerra Mundial, Sholem Asch deixa a Europa e ruma aos EUA. Depois da guerra, ele visita a Europa e fica chocado com a destruição das comunidades judaicas.

1921
As leis americanas reduzem drasticamente o número de imigrantes permitidos a entrar no país, vindos do leste e sul da Europa.

1921-22
Um movimento para evitar que haja peças maliciosas no palco ganha força contra peças populares da Broadway.

1922
A tradução para o inglês de "God of Vengeance" por parte de Issac Goldberg, estreia no teatro Provincetown Playhose de Nova York, antes de passar para um teatro maior, o Greenwich Village Theatre.

1923
Em 19 de fevereiro, "God of Vengeance" estreia na Broadway no Apollo Theater. A cena apaixonada na chuva é cortada pela produção, mudando a relação das mulheres de uma de amor para apenas uma de manipulação.

Em 6 de março, em meio a uma apresentação, uma autoridade policial informa ao elenco e produtores que eles foram indiciados por obscenidade. Na manhã seguinte, a companhia de teatro paga fiança e volta ao teatro em tempo para a matinê.

Em 23 de maio, a companhia vai a julgamento e é declarada culpada. O veredito é invalidado por uma apelação.

1924
A leis de imigração apertam ainda mais. A Sociedade para os Direitos Humanos é fundada como sendo a primeira organização nos EUA que busca a igualdade para homossexuais. A polícia faz pressão e fecha a entidade.

1926
O estado de Nova York aprova a Lei Wales Padlock, que proíbe peças de "lidar com o assunto da degeneração ou perversão sexual." Esta lei, não declarada inconstituicional até 1976, declara que os personagens LGBT têm que ser tratados como símbolos do mal, corrupção e do vício.

Inícios dos Anos 40
"Got fun Nekome" é executada no Guetto de Lodz (cidade no centro da Polônia), onde moram cerca de 160.000 judeus, isolados do mundo.

1942
Sholem Asch
Oficiais nazistas discutam a polêmica "Solução Final para o Problema Judaico" e inicia-se a expulsão ou expatriação forçada dos judeus. Em resposta, Sholem Asch proíbe futuras apresentações da sua peça.

1943
Sholem Asch é o primeiro escritor iídiche a ser indicado ao Prêmio Nobel.

1973
A dramaturga Paula Vogel, então uma estudante de 22 anos, formada pela Cornell University, lê a peça "God of Vengeance" ante a sugestão de seu professor.

1997
Enquanto era estudante primeiranista da escola de Artes Dramáticas de Yale, a diretora Rebecca Taichman, descobre a peça "God of Vengeance" e escreve depois sua tese sobre o julgamento da obscenidade.

2010
Rebecca Taichman chama Paula Vogel para colaborar na peça sobre esse julgamento da obscenidade que, mais tarde, viria a ser "Indecent".

2013
"Indecent" começa um projeto de produção no centro experimental teatral do Instituto Sundance.

2015-16
A estreia mundial de "Indecent" é feita no Teatro de Repertório de Yale, seguida de uma produção no La Jolla Playhouse. "Indecent" começa na Off-Broadway no Teatro Vineyard.

2017
"Indecent" estreia no Cort Theater, na Broadway, 94 anos depois da estreia da Broadway de "God of Vengeance".
   

Veja abaixo um vídeo com a autora, Paula Vogel, explicando o enredo de "Indecent": 




E aqui abaixo um pequeno clip com cenas da peça:





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.