segunda-feira, 6 de abril de 2020

Amargo Pesadelo (Deliverance) 1972

Filme dirigido por John Boorman de 1972, antes de seus outros sucessos como "Zardoz" e "Excalibur".

O vale do Rio Cahulawassee no norte do estado da Geórgia nos EUA é um dos últimos locais virgens do estado, que logo vai sofrer mudanças com a construção de uma represa no rio, que por sua vez vai inundar uma boa parte da área em volta. Assim, quatro moradores da cidade de Atlanta, Lewis Medlock (Burt Reynolds), Ed Gentry (Jon Voight), Bobby Trippe (Ned Beatty) e Drew Ballinger (Ronnie Cox) decidem fazer uma viagem de canoa pelo rio, sendo que apenas Lewis e Ed tendo experiência nesse tipo de aventura. Eles sabem que a área é isolada, mas a viagem, que parecia tranquila, toma uma caminho ruim no meio da correnteza do rio e habitantes mal encarados da região. Os quatros lutam para sair do vale e se submetem a coisas que nunca pensaram antes.

Curiosidades:

Burt Reynolds quebrou o cóccix quando descia nas correntezas e a canoa virou. Originalmente, seria usado um boneco, mas parecia muito fake, como um boneco caindo em uma queda d´água. Quando Reynolds se recuperou, ele perguntou ao diretor John Boorman como tinha sido a cena. O diretor disse: “Como um boneco caindo em uma queda d’água.”


A cena do duelo dos banjos foi a primeira cena a ser filmada. O resto do filme foi quase inteiramente feito em sequência.Na verdade é uma cena com um garoto com um banjo e o ator Ronny Cox com um violão.


Em uma cena de canoa, o ator Ned Beatty foi jogado para fora da canoa e foi sugado por um redemoinho. Um assistente de produção mergulhou na água para salvá-lo, mas ele demorou para aparecer por trinta segundos. John Boorman perguntou a Beatty, “Como se sentiu?” e Beatty respondeu. “Eu achei que iria me afogar e o primeiro pensamento foi, como o John vai acabar o filme sem mim? E o meu segundo pensamento foi, “Eu aposto que o miserável vai achar uma maneira.”


Billy Redden não sabia tocar banjo. Para simular um toque realístico nas cordas durante o duelo de banjos, um outro rapaz, um especialista em banjo, tocava as cordas com o seu braço envolvendo o lado de Redden, enquanto esteve mexia. 
A despeito do seu personagem ser meio desajeitado, Ned Beatty era o único dos quatro que tinha alguma experiência com uma canoa antes da filmagens.


Este filme foi transformador para Burt Reynolds, levando-o de personagens de TV e de filmes B para o status de superstar. Burt, mais tarde, disse que este foi o melhor filme em que ele atuou.

Depois do filme, o turismo aumentou na região a dezenas de milhares. Em 2012, por volta de 2012, cerca de 40 anos depois do filme, o turismo era a maior fonte de renda no município de Rabun County. O ator dublê de Jon Voight, Claude Terry, após o filme comprou os equipamentos usados no filme da Warner. Ele fundou uma empresa para explorar canoagem turística no rio Chatooga. O filme foi quase inteiramente rodado nesse rio, que fica na fronteira entre Carolina do Sul e Geórgia.

Jack Nicholson aceitou fazer o papel de Ed, desde que Marlon Brando fizesse o Lewis. Mas os salários combinados dos dois ultrapassavam $1 milhão de dólares, a metade do orçamento do filme, forçando John Boorman a pegar atores mais baratos.

Durante a filmagem de cenas de canoa, o roteirista James Dickey apareceu bêbado e entrou em forte discussão com John Boorman, que havia reescrito o roteiro de Dickey. Eles passaram da discussão para briga de punhos e na qual Boorman acabou com o nariz quebrado e alguns dentes trincados. Dickey foi posto para fora do set, mas não houve processo contra ele. Os dois se reconciliaram e tornaram-se amigos, tanto que Boorman deu a Dickey o papel de xerife que aparece ao final do filme.

Donald Sutherland desistiu do papel de Ed, porque ele objetou pela violência do script. Mais tarde ele lamentou a decisão.

O filme não explica o seu título (Deliverance) que seria literalmente libertação, mas o livro, em que foi baseado, diz que o que os rapazes da cidade estavam tentando encontrar no mato era a libertação do estresse da vida moderna.


Jon Voight à esquerda e James Dickey
Burt Reynolds descrevia o roteirista James Dickey como “uma cara que quando tomava Martinis demais, você quer jogar uma granada na garganta dele.” Mas foi Dickey quem deu aulas de arco e flecha para Burt.

Sam Peckinpah queria dirigir o filme, mas depois que John Boorman já tinha asegurado os direitos do filme, Peckinpah fez “Straw Dogs”, em 1971, com Dustin Hoffman

Embora o “Duelo de Banjos” tenha ganho um Grammy de música original, ela foi escrita em 1955.

Filme está na lista dos “1001 Filmes que você deve ver antes de morrer”, criada por Steven Schneider.

De todos os atores principais e do diretor John Boorman, apenas Burt Reynolds é falecido em 2018. Os demais ainda estão vivos.

Veja abaixo link para o filme em alta resolução.
https://odobagg-my.sharepoint.com/:v:/g/personal/moegtufwc_od_obagg_com/Ef_7bTnBfzFHgY2ZJ88rQD8BGEopGqiqjWuC4LeTT48eqQ?e=PtTYsF

Nenhum comentário:

Postar um comentário