domingo, 9 de fevereiro de 2020

A Face Oculta (One-Eyed Jacks) - Faroeste estrelado e dirigido por Marlon Brando

Western de 1961 com Marlon Brando e Karl Malden.

Depois de roubarem um banco mexicano , Dad Longworth (Karl Malden) pega o roubo para si e deixa seu parceiro Rio (Marlon Brando) para ser capturado. Contudo, Rio escapa e vai atrás de Dad na Califórnia.

Além de Karl e Brando, Katy Jurado (como Maria), Ben Johnson e Slim Pickens estão entre os mais conhecidos do elenco.

Indicado ao Oscar de Melhor Cinematografia.

Karl Malden e Marlon já haviam trabalhado juntos em "Sindicato de Ladrões" de 1954.

Filme colorido com 141 minutos e legendado. Agradecimentos deste blog ao site Legendas.tv e a Danilo Rocha pela legenda.


Curiosidades (Fonte: IMDB):

Marlon Brando sentava por horas perto da praia, esperando que as ondas se tornassem mais dramáticas para fazer tomadas perfeitas.

A primeira edição do filme feita por Brando durava cerca de 5 cinco horas. Disseram que ele ficou chateado com o produto final, mesmo o filme tendo sucesso em bilheteria. Ele disse na estreia de que era um bom filme para eles (Paramount), mas não o filme que ele tinha feito.

A inexperiência de Brando na direção era óbvia no set. Ele filmou cinco vez mais que normalmente seria normal para o filme. Ele era indeciso e demorou muito para terminar filme. A Paramount acabou tirando o filme dele, fazendo cortes. 

As filmagens começaram em Dezembro de 1958, mas o filme não foi completado até pouco antes do final de 1960.

Marlon insistia em ficar bêbado para fazer uma cena na qual ele deveria atuar bêbado, mas ficou bêbado demais para atuar e dirigir e acabou ainda insistindo em repetir todo o processo no dia seguinte. E de novo, ele ficou bêbado demais para dirigir e atuar.

Stanley Kubrick, que era quem estava programado para dirigir o filme, queria Spencer Tracy para fazer o xerife Dad Longworth. Marlon Brando, cuja companhia de produção já tinha contratado Karl Malden, se recusou a substituí-lo por Tracy.

Este filme também está na lista dos “1,001 Filmes que você deve ver antes de morrer," editado por Steven Schneider.

A sela de adornos prateados de Marlon Brando desde filme, foi reutilizado pelo bandido feito por Eli Wallach em “Sete Homens e um Destino”, de 1960-- que foi filmado depois deste filme, mas que estreou antes.


Marlon Brando e Karl Malden
O filme tem muito pouco a ver com o livro em que se basearia o filme. Acaba tendo mais história do que ficção. Em vários momentos, houve quem dissesse que até Sam Peckinpah tenha participado do roteiro além dos outros dois roteiristas, mas perguntaram a Karl Malden quem realmente havia escrito o roteiro. Ele respondeu: “Há uma resposta para esta pergunta- Marlon Brando, um gênio em nossa época.”

Após comprar os direitos do livro, o produtor Frank P. Rosenberg trabalhou no primeiro rascunho do script junto com Rod Serling. Sam Peckinpah foi depois contratado para reescrever.
Quando Kubrik foi contratado para dirigir, ele dispensou Peckinpah e trouxe Calder Willingham para reescrever de novo, mas depois o produtor Rosenberg o despediu e trouxe Guy Trosper.

Os atores eram encorajados a improvisarem. Um executivo da Paramount disse que o filme era “ "Stanislavsky a cavalo." Se referindo ao método Stanislavsky de atuação, desenvolvido pelo teatrólogo e diretor Constantin Stanislavsky. Contudo, esse método era muito confundido com o Método, desenvolvido por Lee Strasberg e que influenciou muito Marlon Brando.

Veja abaixo link para ver o filme legendado em ótima resolução (1080p):
https://odobagg-my.sharepoint.com/:v:/g/personal/moegtufwc_od_obagg_com/EfLsYbn3DexPmUuAJGQggJoBW1H7gRhBdcvmnunoN539uQ?e=eP8NKD


Nenhum comentário:

Postar um comentário