domingo, 2 de abril de 2017

Stellan Skarsgard vai estrelar drama da 2ª Guerra - O Pássaro Pintado, de Jerzy Kosinski

O ator sueco Stellar Skarsgard e o alemão Udo Kier (de "Blade") estarão no adaptação para a tela do livro do escritor polonês Jerzy Kosinski, "O Pássaro Pintado" (The Painted Bird). Ainda deve se juntar a eles um ator importante de Hollywood.

O produtor e diretor será o checo Vaclav Marhoul e fala sobre a estória de um menino judeu, que vagueia pelo leste da Europa, se passando por não judeu, a fim de evitar aprisionamento em campo de concentração pelos Nazistas na 2ª Guerra Mundial.

Skarsgard disse para o "The Hollywood Reporter", fonte deste post, que o "Pássaro Pintado" é um livro adorável e tem um ótimo roteiro."

O ator sueco disse que ele vai ser um soldado alemão.

"Vocês estão provavelmente familiarizados com a estória. É sobre um garoto e seus encontros com um monte de pessoas diferentes, e eu sou um deles," disse Skarsgard.

O livro , o primeiro de Kosinski, foi publicado em 1965, causando controvérsias e críticas, devido ao seu retrato do horrores do tempo da guerra não perpetrado pelos nazistas e sim pelos camponeses poloneses.

Kosinski tirou o título do livro de uma tradição cultural de caçar pássaros, pintando-os de cores brilhantes e depois soltando-os. Os "pássaros pintados" jamais eram aceitados de volta pelos seus grupos e eram bicados até a morte, uma destino que Kosinski usa como analogia para o menino.

Kosinski, que se mudou para os EUA no final dos anos 50, é mais conhecido pelo seu livro "Being There" (Muito além do Jardim), que foi adaptado para filme com Peter Sellers.

Vaclav Marhoul, que comprou os direitos de filmagem para "O Pássaro Pintado" em 2010, diz que a estória de Kosinski é "uma estória profundamente dramática, descrevendo a relação próxima entre o terror e a crueldade de um lado e a inocência e amor de outro. Embora o romance tenha sido considerado muito controverso desde sua publicação, ele ganhou reconhecimento internacional e vários prêmios literários."

Petr Kotlar, um menino checo de nove anos, vai ser o garoto judeu. O elenco ainda inclui atores poloneses, ucranianos, russos e checos. Marhoul diz que ainda está em conversações com outros atores alemães e negociação com Skarsgard.

O romance, que mostra um mundo sombrio de violência e sadismo, "cativou-o", disse Marhoul. Ele passou nove anos preparando a adaptação do material para a tela. "Houve momentos em que eu fiquei preocupado de que não iria conseguir fazer isso, de que eu estava comendo mais do que poderia engolir." disse ele.

Marhoul acredita que a adaptação do livro é muito propícia, particularmente quando o ódio está novamente crescendo na Europa, ao passo que os países lutam para absorver milhões de imigrantes de áreas de conflito, na África, Oriente Médio e Afeganistão.

O custo do filme gira em torno de US$ 5 milhões e a fotografia principal começa depois de filmagens preliminares em Praga e em externas na Ucrânia.

O filme deve ser realizado em 105 dias e em branco e preto. A estreia mundial deve ser em Maio de 2019.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.