sábado, 29 de abril de 2017

Prévia das Indicações ao Tony Awards de 2017


Com  a abertura da temporada de premiação com "Paramour" , a primeira aventura do Cirque du Soleil para a Broadway e com a peça que encerrou, "A Doll´s House, Part 2", estarão 13 novos musicais, cinco revivals de musicais, 10 novas peças e 7 peças revivals, elegíveis para a premiação do teatro americano, o Tony Awards de 2017.

Este tópico do blog é sobre uma reportagem do site Deadline, estimando os prováveis indicados ao prêmio, fato que vai acontecer na próxima semana.

São 35 shows (entre musicais e peças) e todos parecem que estrearam ontem. Alguns já são sucesso, mas muitos - especialmente os não musicais - dependem das indicações ao Tony e, preferivelmente, ganharem o prêmio se eles querem ter uma chance de ter retorno ao investimento feito.

A competição neste ano será particularmente acirrada, especialmente nas categorias principais de musicais e peças novas, assim como atuações. Deve ser emocionante.

O comitê da indicação tem 42 membros que trabalham no meio artístico, incluindo produtores, atores, idealizadores e outros envolvidos em campos relacionados. Eles se encontraram na última segunda-feira para classificarem os indicados (até cinco em algumas categorias e quatro em outras) em 24 categorias no total, que serão revelados na manhã da próxima terça-feira, 2 de Maio. O comitê tem 42 pessoas, mas são mais de 800 votantes.

Os ganhadores serão anunciados em 11 de Junho, em uma cerimônia apresentada por Kevin Spacey e televisionada pela CBS, começando às 20h00.

A seguir, o palpite de Jeremy Gerard, do site Deadline, e um dos votantes ao prêmio.

Melhor Musical: Três shows são certos para indicação: Dear Evan Hansen, Come From Away e Natasha e Pierre and the Great Comet of 1812. Isso deixa dois espaços a
Benjamin Platt (Dear Evan Hansen)
preencher: o palpite de Jeremy Gerard é de que serão preenchidos por 
Groundhog DayAnastasia, ambos os quais tem futuro lucrativo em turnês.Mas haverá muitos que vão preferir  War Paint, BandstandCharlie and the Chocolate Factory (estes dois últimos também ganharão bastante dinheiro em turnês. Bronx Tale que tem sido um sucesso de bilheteria na temporada, que viu o encerramento de Jersey Boys, será provavelmente esnobado, junto com Amélie, Paramour, Holiday Inn e In Transit.

Melhor Revival de Musical: Hello, Dolly! é claro. Falsettos, que teve uma passagem curta, mas bem recebida, é certo de ganhar uma colocação. Isso deixa Sunset Boulevard, Miss Saigon e Cats.  Sunset vai ter um espaço como tributo a Glenn Close, que recebeu boas críticas, mas não é elegível, porque ela já ganhou fazendo Norma Desmond na produção original. Miss Saigon, reconcebido, vai ganhar uma chance. Cats não vai, porque é ruim e não está à altura de Lord Lloyd Webber.

Melhor Peça: Foi uma temporada surpreendente para novas peças na Broadway, em termos de qualidade, se não de público, que em geral se inclina mais e mais para o grandes musicais e deixa os dramas, reconhecidos pela crítica, mais para o público específico. Os prováveis concorrentes ao prêmio serão Sweat, que acabou de ganhar o Prêmio Pulitzer de Melhor Drama; A Doll’s House, Part 2, que teve ótima recepção; Indecent, a mesma ótima recepção (além de que a autora, Paula Vogel, ganhou o Prêmio Obie pela sua carreira) e Oslo, que passou intacto indo da off-Broadway (peças e musicais off-Broadway são representados em Nova York em teatros menores do que os teatros da Broadway, porém maiores do que os das produções off-off-Broadway) para a Broadway. Isso deixa um quinto espaço aberto para uma grande disputa , que inclui The Present, que marcou a estreia de Cate Blanchett na Broadway; duas comédias (Oh, Hello on Broadway e The Play that Goes Wrong),The Encounter, Heisenberg e Significant Other. Espera-se que seja indicada a música extraordinária de Lisa Gutkin e Aaron Halva para Indecent para Melhor Trilha (raro, mas já aconteceu para uma peça).

Melhor Revival de Peça: Outra disputa forte. Prováveis certos: Six Degrees of Separation, The Little Foxes, Present Laughter e Jitney. Merece mencionar a versão de Sam Gold para The Glass Menagerie, que dividiu crítica e público. The Price poderia ser escolhido, como poderia The Front Page, um grande sucesso que pode passar como despercebido pelos votantes(embora quem poderia deixar de perder a chance de ver Nathan Lane e Kevin Spacey dividindo espaço no Tony?) Prováveis não indicados: The Cherry Orchard com Diane Lane, e Les Liaisons Dangereuses, com Liev Schreiber e Janet McTeer.

Mark Ruffalo e Danny DeVito
Atores e Atrizes: Ben Platt e Andy Karl com certeza ganharão indicações, por Dear Evan Hansen e Groundhog Day, respectivamente. O conjunto no revival de Jitney, ensaído pelo especialista no autor August Wilson, Ruben Santiago-Hudson, está impecável. Preste atenção nesses atores e atrizes: Bette Midler e David Hyde Pierce (Hello, Dolly!). Laurie Metcalf ( A Doll´s House, Part 2). Cate Blanchett (The Present). Kevin Kline (Present Laughter). Mark Ruffalo e Danny DeVito (The Price). Josh Groban (Natasha, Pierre and the Great Comet of 1812). Allison Janney e Corey Hawkins (Six Degrees of Separation). Sally Field (The Glass Menagerie). Laura Linney (The Little Foxes). Mary Louise-Parker (Heisenberg). Christine Ebersole (War Paint).

Este blog vai acompanhar a publicação dos indicados ao Tony 2017 na terça, dia 2 de Maio.


Fonte: Deadline

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.